0

Existe mesmo perigo em deixar o celular ligado durante o voo?


CELULAR NO AVIÃO: PODE, ARNALDO? (FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK).

O assunto divide opiniões há anos.

E conforme as companhias aéreas tentam se adequar às mudanças tecnológicas, o uso do celular em aviões continua fortemente debatido. A prática padrão é que os comissários de bordo peçam aos passageiros para desligar os aparelhos ou colocá-los em modo avião. Agora, o que acontece se você não seguir instruções? Bem, infelizmente, a resposta ainda não é tão clara.

A revista norte-americana Time se debruçou recentemente sobre o tema. O que sempre se pensou — e por isso, é a razão para preocupações com segurança — é que o celular poderia interferir no sinal dos sistemas do próprio avião. No entanto, nunca houve um caso de queda de aeronave causada por uso de celular a bordo.

"Não é que usar o telefone a bordo pode necessariamente derrubar um avião", diz Kenny Kirchoff, ex-engenheiro da Boeing à Time. "Esse não é realmente o problema. A questão seria interferir com os sistemas do avião, dando mais trabalho aos pilotos durante fases críticas do voo. Quando eles decolam e quando pousam, são fases de voo que requerem um alto nível de concentração por parte de quem está na cabine."

Com o avanço da tecnologia, contudo, esses riscos estão se tornando cada vez menores. Em 2014, a Agência Europeia para Segurança da Aviação declarou que dispositivos eletrônicos não representam um risco para a segurança, ficando a cargo da companhia aérea liberar ou não o uso a bordo. Grandes empresas — como Emirates, Virgin e British Airways — já permitem até chamadas durante voos, por meio de serviços de empresas como AeroMobile e On Air.

Nos Estados Unidos, a entidade responsável, a Federal Aviation Administration (FAA), ainda proíbe comunicações de voz "por razões de segurança". Um estudo feito pela FAA em 2012, no entanto, concluiu que "autoridades de aviação civil não relataram ocorrências confirmadas de telefones celulares que afetam a segurança de voo em aeronaves com estações-base de telefonia celular a bordo". Essas estações permitem que os passageiros utilizem o celular sem afetar o voo.

"Os eletrônicos mais modernos estão protegidos contra interrupções", afirma Allison Markey, profissional de segurança da aviação. "Não há medidor mágico no cockpit que mostre que há um telefone com sua conexão celular ou Wi-Fi não desligado." 

Nos Brasil, os passageiros de algumas companhias aéreas já podem usar aparelhos eletrônicos em modo avião durante todas as fases do voo. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deu sinal verde para empresas como Latam, Gol e Avianca. As duas últimas oferecem também Wi-Fi. O modo avião, por outro lado, bloqueia a transmissão de sinais, mas dá acesso às outras funcionalidades do aparelho.

Fonte: Época Negócios

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.