1

Ataque armado deixa cinco mortos em aeroporto internacional na Flórida

Pessoas se protegem após ouvirem tiros do lado de fora do aeroporto de Fort Lauderdale. Foto: Wilfredo Lee / AP.

Um tiroteio deixou ao menos cinco mortos e oito feridos no aeroporto internacional Fort Lauderdale-Hollywood, perto de Miami, segundo o xerife do condado de Broward.

Um suspeito foi preso após abrir fogo na tarde de sexta-feira. A prefeita Barbara Sharief deu conta de que o detido seria o único atirador. Segundo o senador da Flórida Bill Nelson, o agressor se chama Esteban Santiago. Centenas de pessoas ficaram retidas na pista do local, e o aeroporto foi fechado. O consulado brasileiro em Miami afirma que, até o momento, não tem informações sobre brasileiros entre os feridos ou mortos no ataque.

Houve relatos não confirmados de um novo tiroteio após a prisão do suspeito, que levou a buscas no entorno. Câmeras mostraram um outro homem sendo levado pela polícia, mas o caso não foi explicado. O xerife negou que tenham ocorrido tiros em outros pontos do aeroporto.

O senador da Flórida Bill Nelson afirmou que o atirador foi identificado como Esteban Santiago e carregava uma identidade militar. Segundo informações recebidas por Nelson, o suspeito tem 26 anos e disparou um total três cartuchos em silêncio antes de se sentar e esperar a chegada da polícia, sem ser ferido.

Dados obtidos pela Inteligência dão conta de que ele seria da Guarda Nacional, foi recentemente liberado, tem origem portorriquenha, é nascido nos EUA e residiu em Nova Jersey e no Alasca. O "Daily Beast" afirma que ele tem antecedentes criminais como violência doméstica, no Alasca, e teria manifestado problemas psiquiátricos. O suspeito está sendo interrogado, disse a polícia.

De acordo com relatos do condado de Broward, o suspeito teria despachado armas em um voo que vinha do Alasca, embarcou em um avião e desembarcou no aeroporto em Fort Lauderdale. Ali, pegou a bagagem e carregou a munição num banheiro antes de disparar no setor de restituição de bagagens. O xerife Scott Israel, em entrevista coletiva, desconversou sobre o assunto.

O local do ataque


PÂNICO NO SETOR DE BAGAGENS

De acordo com testemunhas, o episódio se trataria de um ataque a tiros no terminal 2, próximo a uma região de restituição de bagagens, por volta de 13h (hora local).

"Todo mundo está correndo. A polícia disse que há um atirador e cinco vítimas", escreveu inicialmente um ex-secretário de imprensa da Casa Branca, Ari Fleischer, que estava no local. Ele depois complementou as informações: "Tudo parece calmo agora, mas a polícia não deixa ninguém sair do aeroporto, pelo menos na área onde estou."

Muitos passageiros que esperavam para embarcar ou desembarcar foram levados às pressas de volta para aeronaves. Centenas ficaram retidos na própria pista enquanto aguardavam a chegada de ambulâncias e instruções de policiais.

— Parecia uma zona de guerra. Malas para todo lado. Comida no chão. Chapéus no chão. Foi uma experiência surreal — disse a testemunha Erik Whiteside à CNN.

Imagens nas redes sociais também mostraram pessoas feridas em uma área próxima à pista.

— Ele (o suspeito) foi baleado pela polícia. Foi absolutamente surreal. As pessoas estavam assustadas e correndo freneticamente. Estavam tropeçando umas nas outras para sair rapidamente — contou uma testemunha, Mark Lea.

O aeroporto em Fort Lauderdale serve a região metropolitana de Miami e opera principalmente voos locais e para o Caribe. Com cerca de 650 voos comerciais por dia, mais de 73 mil pessoas circulam pelo local todos os dias, fazendo dele o 21º aeroporto mais movimentado dos EUA. Estima-se que, em novembro passado, cerca de 2,5 milhões de passageiros estiveram ali.

Fonte: O Globo

Um comentário:

  1. Matéria gentilmente enviada pelos leitores do AEROJOAOPESSOA, Mahilton, Islan e Rudolf Thales.

    ResponderExcluir

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.