0

Gerente do aeroporto relata a última comunicação do piloto em Paraty

Partes do avião bimotor que caiu no mar de Paraty com o ministro Teori Zavascki. Foto: Bruno Kelly / Reuters.

O gerente do Aeroporto de Paraty, Eber Emanuel Dedini, disse, em depoimento nesta sexta-feira, que o piloto Osmar Rodrigues, que conduzia a aeronave que caiu no mar com o ministro Teori Zavascki, fez uma comunicação às 13h25m para informar que estava a cinco milhas para o pouso.

Eber disse ao delegado titular da 167ª DP (Paraty), Uriel Alcântara, que o piloto informou que o pouso seria feito na cabeceira 28, a posição de uma extremidade da pista do lado do mar. O gerente explicou que depois disso o piloto não fez mais contato.

— O piloto, quando fez essa comunicação, era para informar aleatoriamente para outros possíveis pilotos que poderiam estar na escuta, para que desse prioridade para a sua aeronave pousar. Osmar teria que fazer outra comunicação em seguida explicando que já estava no solo. Se passaram mais de 10 minutos e nada de ele voltar a informar. Foi aí que começamos a suspeitar de que alguma coisa tinha dado errado. Em seguida, nós recebemos um telefonema do comandante da Capitania dos Portos de Paraty que nos informou que um avião tinha caído no mar próximo a Ilha Rasa. A partir dai, informamos ao Corpo de Bombeiros e à Defesa Civil — disse Dedini ao delegado, que instaurou um procedimento para investigar o acidente aéreo.

Baseado na informação de um pescador, Dedini acredita que a chuva forte forçou o piloto a baixar a altura da aeronave na tentativa de obter uma melhor visibilidade.Entretanto, a aeronave teria ficado muito próxima ao mar e, na curva feita para alinhar o avião para o pouso, a ponta da asa direita teria tocado a água, provocando o capotamento do bimotor.

O gerente disse que conhecia Osmar há 16 anos, a quem chamou de experiente e ótimo piloto.

Segundo Dedini, até o início da noite desta sexta-feira, não recebeu nenhum comunicado de avião que viria buscar os corpos das vítimas.

O bimotor de prefixo PR-SOM decolou com o ministro Teori e mais quatro pessoas do aeroporto Campo de Marte, em São Paulo na quinta-feira, por volta das 13h, e tinha Paraty como destino. Antes das 14h, porém, a aeronave caiu no mar próximo a Ilha Rasa, em condições climáticas desfavoráveis e com pouquíssima visibilidade, de acordo com o relato de testemunhas.

Segundo uma fonte da área de aviação ouvida pelo GLOBO, o piloto tentou se aproximar duas vezes do aeroporto para iniciar o pouso. Na segunda tentativa, um vento de través - expressão usada na aviação cujo significado é que o vento está direcionado para a lateral da aeronave - teria atingido o avião do lado direito na hora da aterrissagem. O piloto teria tentado retomar o controle da aeronave, mas com as péssimas condições do tempo acabou se chocando contra o mar. O bimotor ficou retorcido com o choque.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.