0

Prejuízo da TAM encolhe em 2016


A TAM S.A, empresa aérea brasileira controlada pela holding chilena Latam Airlines — e que adotou a marca Latam Brasil —, registrou em 2016 um prejuízo líquido consolidado atribuído aos acionistas controladores de R$ 154,176 milhões.

No ano anterior, a companhia havia contabilizado perda líquida de R$ 1,323 bilhão, segundo balanço que trouxe, além dos números de 2016, dados corrigidos referentes ao exercício anterior.

A receita operacional líquida da TAM S.A. foi de R$ 15,329 bilhões no ano passado, retração de 1,76% ante os R$ 15,604 bilhões apurados em 2015. 

Os custos dos serviços prestados pela TAM S.A. em 2016 também recuaram, 6,1%, para R$ 12,57 bilhões.

Assim, a empresa brasileira controlada pela Latam Airlines teve um aumento de 24,5% no lucro bruto, que passou de R$ 2,217 bilhões, em 2015, para R$ 2,76 bilhões, em 2016.

A retração da demanda pelo transporte aéreo no Brasil provocada pela recessão econômica foi o principal fator que determinou em 2016 a queda de receita da TAM S.A., empresa aérea brasileira controlada pela holding chilena Latam Airlines — e que adotou a marca Latam Brasil. 

A receita bruta apurada pela TAM no exercício encerrado em 31 de dezembro de 2016 foi de R$ 16 bilhões, comparada a R$ 16,4 bilhões no ano anterior. 

A redução de 2,4% observada na receita bruta, refletiu a redução de 3,9% nas receitas de transporte de passageiros nacionais e internacionais e de 18,4% nas receitas oriundas do transporte de cargas. 

“Em meio a um cenário econômico e político turbulento, a TAM , assim como em 2015, promoveu como principal medida de realinhamento dos negócios uma readequação da malha nacional, com redução da oferta em 11%”, disse a companhia em relatório de administração que acompanhou a publicação do balanço. 

No exercício de 2016 as receitas de passageiros, cargas, programas de fidelidade e outras da TAM corresponderam a 80,2%, 8,7%, 5,1% e 6,0% da receita bruta total, respectivamente. 

Segundo a administração da TAM, a redução no faturamento da companhia refletiu a retração da economia brasileira, que apresentou o segundo ano seguido de queda do produto interno bruto, sendo 3,8% em 2016 e 3,6% em 2015, afetando a demanda, conforme mencionado acima. 

A TAM afirmou que adotou como estratégia de redução à exposição cambial a transferência à controladora Latam Airlines de aeronaves, até então, alugadas sob a modalidade de arrendamento financeiro, e subsequentemente, alugou-as por meio de arrendamento operacional. 

Essa estratégia, disse a TAM, gerou um gasto não recorrente no resultado do exercício de 2016 de R$ 425,0 milhões. “Excluindo-se esses efeitos em ambos os exercícios sociais, o resultado de 2016 teria sido um lucro líquido ajustado de R$ 126,3, em vez de um prejuízo líquido de R$ 154,176 milhões, como reportado.

Retificação de balanço de 2015

No demonstrativo publicado referente a 2016, a TAM S.A. corrigiu dados relativos ao exercício anterior. Os ajustes totalizaram um impacto no patrimônio líquido da companhia de R$ 236 milhões, em 31 de dezembro de 2015, e R$ 31,1 milhões, em 31 de dezembro de 2014, por causa de números relacionados à subsidiaria de viagens e turismo, a Latam Travel.

Segundo a TAM S.A., foram identificados erros nas conciliações contábeis do contas a receber — valores recebidos de clientes foram indevidamente contabilizados a crédito no resultado, ao invés de crédito nas contas contábeis dessa rubrica.

Com esses ajustes, a receita da TAM S.A. em 2015 se manteve, mas o prejuízo atribuído aos acionistas ficou maior — atingindo R$ 1,323 bilhão, ante perda de R$ 1,118 bilhão publicada. Também o lucro operacional bruto foi corrigido, de R$ 2,267 bilhões publicado para R$ 2,217 bilhões retificado.

Apesar da perda apurada no balanço no Brasil pela TAM S.A., a participação da companhia brasileira no demonstrativo consolidado da holding Latam Airlines foi positiva em 2016 em US$ 2,1 milhões. O resultado consolidado do grupo em 2016 foi um lucro líquido de US$ 69,2 milhões — ante prejuízo de US$ 219,3 milhões em 2015.

Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.