1

Aérea brasileira perde processo por sumiço de HD externo

Foto: Emerson Souza.

Um passageiro ganhou processo contra a Passaredo, e a companhia terá de pagar R$ 274,55 por danos materiais e R$ 5 mil por danos morais.

O motivo: seu HD externo foi subtraído da bagagem despachada em viagem de Goiânia a São Paulo.

O caso ocorreu em março de 2015. Ao chegar ao destino, o consumidor percebeu que os lacres colocados na mochila que foi despachada haviam sumido. Ao verificar o conteúdo de dentro da mala sentiu falta do dispositivo eletrônico. O autor procurou a companhia aérea e essa lhe retornou dizendo que nada poderia fazer.

Diante disso, o passageiro fez um boletim de ocorrência (B.O.) e ajuizou ação de indenização. O juiz Rodrigo de Moura Jacob da 1ª Vara do Foro de Cubatão condenou a Passaredo por danos materiais e morais.

As informações são do escritório Posocco & Associados Advogados e Consultores.

Fonte: Panrotas

Um comentário:

  1. Vemos claramente que os clientes levam os itens de suas bagagens de forma errônea, pois este item não deveria ser deixado como bagagem despachada e sim como item de bagagem de mão. As cias aéreas, pelo menos em grandes aeroportos, deveriam ter raio-x para observação de itens dessa natureza, pois nas perguntas de segurança de algumas cias aéreas há uma pergunta de itens eletrônicos, mas os clientes sempre tapam a resposta em prol de auto favorecimento pessoal.

    ResponderExcluir

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.