0

Avianca Brasil avança em acordo com United e fusão

José Efromovich. Foto: Divulgação.

Em meio às comemorações com a chegada do voo São Paulo-Miami, diário e direto e operado com o A330-200, em duas classes, a Avianca Brasil continua sendo questionada sobre dois importantes movimentos em curso na companhia: a fusão com a Avianca Internacional, com sede na Colômbia, e o acordo comercial com a United Airlines.

Segundo o presidente executivo da Avianca Brasil, Frederico Pedreira, a fusão é um projeto que está nos planos das duas empresas, mas que tem de seguir as regras e passos estipulados pela bolsa americana, onde a Avianca Internacional tem ações negociadas. “Não é algo rápido, há passos a seguir, mas é sim algo que queremos tocar”, afirmou ao Portal PANROTAS. Segundo ele, a fusão deve ocorrer em “um tempo relativamente curto”.

A Avianca Internacional foi comprada pelo Grupo Synergy, de German e José Efromovich em 2004, vencendo a Copa Airlines em uma disputa pela empresa colombiana que estava em Chapter 11. “Hoje a Avianca tem capital aberto, 180 aeronaves e mais de 21 mil funcionários. Nosso business plan foi um fator decisivo, apesar de nossa proposta ter sido um pouco menor que a da Copa, na época ligada à Continental Airlines”, relembra José Efromovich, que somente unificou as marcas usadas (no Brasil a empresa chamava-se Ocean Air), em 2010, com a chegada do acordo com a Airbus para renovação da frota da companhia brasileira, então com Fokker 100 (ou MK-28).

Isso para dizer que a Avianca sabe esperar os momentos certos e tanto Frederico Pedreira quanto Efromovich disseram que o foco neste momento na Avianca Brasil são os novos voos e a internacionalização, que deveria ter acontecido no ano passado, mas que teve de ser adiada por conta da crise brasileira. Paralelamente, os projetos de fusão da empresa brasileira com a colombiana e o joint business agreement com a United estão caminhando.

Fred Pedreira. Foto: Divulgação.

UNITED

José Efromovich não gosta de usar o termo joint venture ou joint business agreement para falar da parceria com a United, pois se trata de uma intensificação de laços comerciais, não envolvendo, de acordo com ele, troca de ações. O presidente do Conselho da Avianca chegou a fazer uma brincadeira durante evento com os convidados no voo de Miami. O vice-presidente Tarcísio Gargioni pediu aos agentes e consolidadores que continuassem "vendendo Avianca" e José Efromovich pegou o microfone e disse, em tom bem humorado, para que continuassem vendendo voos da Avianca, pois a companhia em si não estava à venda.

A United é uma das empresas líderes da Star Alliance e o novo acordo vai aproximar as duas companhias, incluindo o codeshare no voo da Avianca Brasil entre São Paulo e Miami.

Apesar de tocar o processo (com a United) com calma, Efromovich disse que o acordo “pode sair este ano sim”. “Já temos vários acordos com a United por conta da Star Alliance e vamos estender isso a novos patamares”.

Fonte: Panrotas

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.