0

Aéreo representa 76% do resgate de milhas no Brasil

Roberto Medeiros inaugurou o segundo fórum de fidelização, em São Paulo. Foto: 
Henrique Santiago.

O mercado de fidelização se posiciona como um dos mais promissores do Brasil.

O segundo Fórum Brasileiro de Fidelização, evento promovido pela Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf), que acontece hoje, em São Paulo, traz números recentes e quentes do setor para confirmar tal intenção.

Protagonizada pelo presidente da entidade, Roberto Medeiros, também diretor executivo do Multiplus, a apresentação de dados do segundo semestre traz um dado curioso: 76% do resgate pontos é feito com passagens aéreas – ou seja, mais de três quartos do total do realizado no Brasil. Os outros 24% são referentes a outros produtos e serviços.

Esse número é impulsionado pelos 100 milhões de cadastros em programas do Brasil alcançados no segundo trimestre. De acordo com Medeiros, de abril a junho foram três milhões de inscrições em empresas de fidelidade. Já na soma de um ano, a importância atinge 19 milhões de novos membros.

Somente no segundo trimestre do ano, a emissão de milhas atingiu o patamar de 60 bilhões em pontuação, 25% a mais quando comparado com o mesmo período de 2016, e o resgate chegou a 49 bilhões (+33%). Na contramão da procura pelo consumidor, as passagens aéreas representam 13% do acúmulo de pontos, enquanto 87% ficam por conta de varejo e cartões de crédito.

“O enorme objeto de desejo do brasileiro, mais do que nunca, é poder voar sem pagar”, disse o presidente da associação.

PARA ONDE VÃO

Praia e sol? Nada disso. A cidade de São Paulo é o destino nacional mais resgatado pelos usuários dos programas dos associados à Abemf. Na sequência figuram Rio de Janeiro e Porto Alegre, na segunda e terceira posições, respectivamente. O primeiro destino do Nordeste a aparecer na lista é Salvador (quinto lugar). Está presente também a capital cearense, Fortaleza, na sexta colocação.

“É curioso até para nós porque São Paulo não é reconhecida como uma cidade para o lazer, mas para o turismo de negócios. As pessoas vêm para cá e passam um tempo além do trabalho e vão a shows, mostras de arte, eventos esportivos, entre outros”, declarou. “Certamente, não vêm para cá em busca das nossas praias”, brincou, aos sorrisos.

No que diz respeito à procura por destinos internacionais, os Estados Unidos dominam a preferência do brasileiro. Os líderes em resgate de passagens aéreas no segundo trimestre foram Miami em primeiro e Orlando em segundo, ambos na Flórida. A cidade de Nova York figura na quarta colocação. O top três é fechado com Buenos Aires.

A Abemf é composta pelas empresas Smiles, Multiplus, Tudo Azul, Dotz, LTM, Netpoints, Mastercard e Visa. Esses dois últimos se associaram recentemente e, portanto, não fazem parte do balanço trimestral.

Fonte: Panrotas

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.