0

Cancelamento de voos é 'bagunça' criada pela empresa, diz presidente da Ryanair

Ryanair é uma das principais empresas mundiais de baixo custo e baixa tarifa (Foto: Wikimedia Commons).

A decisão da companhia aérea irlandesa Ryanair de cancelar cerca de 50 voos por dia ao longo de seis semanas é consequência de uma "bagunça de nossa própria criação", disse o presidente da companhia, Michael O'Leary nesta segunda-feira.

A empresa atua no segmento 'low cost' (baixo custo) e opera mais de 2.500 voos por dia.

A companhia anunciou a medida na sexta-feira para “melhorar a sua pontualidade em todo o sistema", que ficou abaixo de 80% no início de setembro. O motivo da confusão foi que a companhia fez confusão na escala de férias dos pilotos e teve que dar férias a muitos profissionais nesse período.

"Esta questão não se repetirá em 2018, à medida que a Ryanair volta para um calendário de férias de 12 meses. A Ryanair não tem poucos pilotos - pudemos atender o pico de nossa agenda de verão", disse O'Leary em entrevista à imprensa, acrescentando que a interrupção foi uma "bagunça de nossa própria criação".

Os passageiros afetados terão sua passagem reembolsada integralmente, segundo a empresa.

Os analistas da Goodbody Stockbricks, com sede em Dublin, estimam que os cancelamentos custarão à companhia aérea cerca de 34,5 milhões de euros. Deste valor, 23,5 milhões de euros se referem a compensações, 6,3 milhões de euros a perda de tarifas e 4,7 milhões de euros a gastos com refeições, bebidas e acomodação de passageiros.

A Goodbody disse as medidas devem reduzir em 2,3% a previsão para o lucro do ano inteiro de 1,479 bilhão de euros após impostos.

Fonte: G1/Reuters

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.