0

Despacho de malas fora do aeroporto promete eliminar filas


Os passageiros de aviões poderão evitar o ritual pré-embarque de levar malas pesadas até o aeroporto e pelo terminal de embarque quando o primeiro sistema temporário de check-in do mundo entrar em operação.

Criado pela Amadeus IT Group, a tecnologia facilitará o check-in para grupos de viajantes em hotéis, escolas, centros de conferências e estádios esportivos, segundo a maior provedora de reservas de voos do mundo em comunicado, nesta terça-feira. As malas são levadas para o aeroporto em caminhões para a verificação de segurança usual.

A Virgin Australia Holdings lançará o serviço pioneiro após um teste bem-sucedido no principal terminal de cruzeiros de Sidney, onde a empresa permite que os passageiros aproveitem o tempo antes do voo sem se preocupar com as bagagens, segundo a OACIS, uma empresa local especializada em logística que se associou à Amadeus.

O sistema, que utiliza tecnologia baseada em nuvem para acessar remotamente o sistema de processamento de passageiros de uma empresa aérea, provavelmente será lançado nos aeroportos da Virgin na Austrália e na Nova Zelândia nos próximos 12 a 18 meses.

Uma candidata óbvia à expansão do serviço é Miami, o porto mais movimentado do mundo em partidas de navios de cruzeiros, disse o CEO da OACIS, Matt Lee, em entrevista por telefone. "Eles estão interessados em ver como nos saímos aqui na Austrália", disse Lee. "O desafio para nós será apenas o ritmo com o qual podemos avançar aqui, nos estabelecer, e depois considerar aonde mais gostaríamos de ir."

A beleza do sistema, disse o executivo, é que ele pode ser empregado praticamente em qualquer lugar, dada sua simplicidade e falta de instalações permanentes. "Podemos estar lá das 6 às 11 horas e depois fechar tudo e ir embora. Temos essa flexibilidade."

A atual discussão do governo britânico sobre a aviação, iniciada em julho, analisará o escopo da redução dos gargalos aeroportuários por meio da expansão do transporte de bagagens e do check-in fora do aeroporto. Ele citou o exemplo do Hong Kong Airport Express, que permite que os viajantes deixem a bagagem na estação dois dias antes do voo e recolhê-la no fim da viagem.

Fonte: Uol/Bloomberg

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.