1

Novata no internacional, Avianca Brasil estuda novos voos em 2018

Frederico Pedreira, da Avianca Brasil, um dos 75 poderosos do Turismo em 2017. Foto: 
Marluce Balbino.

Arrojada aos olhos do mercado brasileiro, a expansão internacional da Avianca Brasil é, na verdade, um movimento de muita cautela e aprendizado.

A aérea, que operava exclusivamente voos no Brasil, iniciou este ano ligações para Santiago e Miami – e ainda em 2017 começa rotas para Nova York. O presidente da companhia, Frederico Pedreira, comentou sobre o aprendizado que tem sido esse início de operações internacionais.

“É um produto diferente, são oito horas de voo, não é a mesma coisa que o doméstico”, disse. “Muda o espaço das poltronas, o entretenimento, a refeição, mesmo por conta de regulações internacionais. Um dos nossos grandes desafios foi a classe executiva, que era algo que não tínhamos, mas posso dizer que eu só tenho recebido bons feedbacks”.

Pedreira prega a humildade diante dos novos desafios. “Somos novos, vamos ter que aprender muita coisa ainda. Reconhecemos a limitação e o nosso desconhecimento do mercado internacional”, confessou, calculando que são necessários dois anos para deixar o status de “novato”. Originalmente, a expansão estava programada para 2015 e, por decisões estratégicas, foi postergada para 2017.

Sem dar números, Frederico Pedreira afirmou que as vendas do voo para Nova York, iniciadas há dez dias, estão “acima do esperado”. “Em Santiago, por exemplo, começamos a vender só um mês antes do início e voamos com 80% de ocupação”, diz.

Novos voos em 2018

Nova York conclui o ciclo de novidades da Avianca Brasil em 2017 – que, além dos destinos internacionais já citados, também teve os novos voos para Foz do Iguaçu, Navegantes e Belo Horizonte. O planejamento para 2018 ocorre e a expectativa é de que novos voos devam surgir.

O presidente Frederico Pedreira revela que a intenção é, de fato, abrir novos voos internacionais. “Não posso dizer exatamente se frequência ou novos destinos, mas hoje eu digo que estamos 65% pendendo para um novo destino e 35% para uma nova frequência. Não aprovamos nada ainda.”

Fonte: Panrotas

Um comentário:

  1. A Avianca precisa voar para Campina Grande-PB. Precisamos do melhor produto e serviço nos voos para CPV.

    ResponderExcluir

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.