0

Aéreas pedem apoio a Temer para aprovação de acordo que tira limite de voos entre Brasil e EUA


Executivos das companhias aéreas Latam e American Airlines pediram nesta segunda-feira (16) ao presidente Michel Temer o apoio do governo para aprovar no Congresso Nacional um acordo que retira o limite de números de voos entre Brasil e Estados Unidos.

Segundo apurou o G1, a necessidade de aprovar o acordo chamado de “céus abertos” foi um dos temas da audiência de Temer com os executivos das duas companhias, no Palácio do Planalto. A informação foi confirmada pela Latam.

Ao lado do ministro Moreira Franco (Secretário-Geral), responsável por coordenar o programa de concessões do governo federal, Temer recebeu os executivos, entre os quais Claudia Sender, vice-presidente senior de Clientes do Grupos e presidente da Latam Brasil; Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil; e Art Torno, vice-presidente sênior da American Airlines.

Assinado em 2011, o acordo de céus abertos com os Estados Unidos exige a aprovação do documento apenas pelo Congresso brasileiro para que possa entra em vigor. Conforme apurou o G1, Temer se mostrou favorável ao acordo, porém não se comprometeu formalmente a assumir a articulação pela aprovação do termo.

"A LATAM Airlines Brasil e American Airlines defendem a importância da aprovação do acordo pelo Congresso Nacional, pois promoverá o desenvolvimento do setor aéreo nacional, além de gerar crescimento econômico e estimular avanços sociais em nosso País", disse a Latam em comunicado.

Segundo a Latam, entre os benefícios esperados pelo acordo constam "a ampliação de oferta de voos, aumento dos serviços e novos mercados atendidos por serviços aéreos, entrada de novas empresas aéreas, expansão e fortalecimento do transporte de carga".

Benefícios não seriam imediatos

Mesmo que o Congresso ratifique o acordo entre Brasil e EUA, o impacto dele não será sentido no curto prazo. Isso porque o número atual de voos está muito abaixo do limite em vigor, que é de 301 frequências semanais para as empresas aéreas de cada um dos países.

De acordo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em 31 de maio deste ano as empresas aéreas brasileiras realizavam 59 frequências semanais. Já as norte-americanas operavam um pouco mais, 137, mas também distante do teto de 301.

Investimentos

Conforme a Latam informou em comunicado, ao qual o G1 teve acesso, a audiência com o presidente Michel Temer foi agendada para apresentar um plano conjunto de quase R$ 500 milhões em investimentos feitos pela companhia e pela American Airlines.

A Latam informou que investirá cerca de R$ 130 milhões em um novo hangar de manutenção no aeroporto de Guarulhos. O Centro de Manutenção de Linha poderá atender todos os modelos de aeronaves da frota da empresa.

A American Airlines, por sua vez, vai instalar em Guarulhos seu primeiro hangar fora dos Estados Unidos, voltado à manutenção de aeronaves e a testes de giro de motor. O investimento previsto é de US$ 100 milhões e o hangar deve estar em operação no segundo semestre de 2018.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.