3

Anac rejeita proposta de mudança do aeroporto de Campina Grande

Foto: Paraibaonline.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) descartou a possibilidade de mudança do aeroporto João Suassuna, no Distrito dos Mecânicos, para Catolé de Boa Vista.

De acordo com o especialista aeroviário André Luís, um estudo técnico apontou que a área proposta não atendia às exigências da Anac.

– A informação que consta, perante a Secretaria de Aviação Civil, é que o local indicado pela Prefeitura não respeita determinadas normas, que competem à Anac avaliar. Eles observaram a proposta e em cima de estudos técnicos e administrativos deram parecer negativo à área sugerida pela Prefeitura. A questão é a distância regular com menos de 5 km de linhas de transmissão de alta tensão – disse.

André ressaltou ainda que a estrutura do atual aeroporto de Campina Grande atende muito bem à demanda de passageiros, e a manutenção deste demandaria menor investimento se comparado com a construção de um novo.

Ele acredita que a mudança para um novo local poderia ser válida em pelo menos uma década.

– Apenas 25% das pessoas que viajam de avião na nossa região embarcam pelo aeroporto de Campina Grande. Todos os outros, buscando preço e condições melhores, se deslocam via terrestre para pegar voos em João Pessoa e Recife. Se nós conseguíssemos atrair mais companhias aéreas, e agora com o estabelecimento do combustível no próprio local, teríamos uma situação espetacular para atender essa demanda reprimida e atrair ainda mais opções de voos e destinos, com preços melhores, saindo da nossa cidade e aumentando a segurança das pessoas que precisam viajar, diminuindo assim o tempo e o deslocamento – sugeriu.

Fonte: Paraibaonline/Rádio Campina FM

3 comentários:

  1. Matéria gentilmente enviada pelo leitor do AEROJOAOPESSOA, Rudolf Thales.

    ResponderExcluir
  2. A verdade é que potenciais a serem melhor explorados isso bem sabemos que CPV possui, mas com as politicas governamentais má aplicadas onde sempre são voltados para JPA, outra fator crucial a administradora é a INFRAERO que deixa a desejar em todos os aspectos, o ILS que não funciona vigorosamente devido as restrições e as mesmas acontecem porque a PREF MUNICIPAL DE CG, Sr. Romero Rodrigues não faz sua parte nas desapropriações dos arredores do sítio do aeródromo para um pleno funcionamento do ILS. E, até que enfim temos um PAA para amenizar tais situações que colocam CPV com custos caros para os clientes voarem daqui. Lamentável, com o passar do tempo nossos potenciais não são trabalhados devido setores que são como CÂNCER que matam o nosso potencial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo George. É um descaso atras do outro. Mesmo assim CPV resiste bravamente mesmo com tarifas mais caras, sem transporte publico ligando a cidade ao aeroporto, sem o ILS em pleno funcionamento e as sucessivas alternâncias durante o período do inverno. Agora nos resta torcer para que o poder público olhe com mais carinho para o João Suassuna e façam as intervenções necessárias.

      Excluir

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.