1

Frota brasileira de aeronaves deve ser trocada na próxima década

O A320neo durante seu primeiro teste de voo, em 2014. Foto: Eric Cabanis/AFP Photo.

Em dez anos, a frota brasileira deve ser totalmente modernizada com a chegada das 300 aeronaves encomendadas por Avianca, Azul, Gol e Grupo Latam.

A maioria deve substituir aeronaves antigas, com aumento de oferta, mas algumas companhias estão ampliando a frota de uma forma mais agressiva.

Na Gol, o principal incremento da oferta para atender ao aumento da demanda virá de um maior número de assentos nas novas aeronaves.

Os 737 MAX-8 de uma encomenda de 121 aviões da companhia terão 5% mais poltronas do que os 737-8 em operação hoje. Serão 186 assentos, contra 177 hoje. Os aviões serão entregues até 2028, sendo as 25 primeiras unidades entre 2018 e 2020.

MAIS AVIÕES

A Avianca e a Azul devem ampliar a oferta aumentando o número de veículos. A primeira, que tem a frota mais jovem no país, com idade média de 3,7 anos, encomendou 62 A320neo, dos quais sete estão em operação. O oitavo avião deve chegar até o fim do ano, e os 54 restantes, ao longo dos próximos cinco anos. Hoje, a companhia opera 53 aeronaves.

A Azul opera 123 aviões de diferentes fabricantes e encomendou 63 A320neo para receber também nos próximos cinco anos, sendo que nove já estão em operação.

A empresa também aposta no neo para as operações internacionais e comprou cinco A330-900neo.

Já a Latam Brasil tem planos mais modestos em relação a oferta –considerando o que já foi anunciado até o momento.

Já são dois A320neo em operação no Brasil, de uma encomenda de 55 A320 e A321 a serem entregues até 2022, mas que poderão ser destinados a qualquer das empresas do Grupo Latam na América Latina.


Fonte: Folha de S. Paulo

Um comentário:

  1. Matéria gentilmente enviada pelo leitor do AEROJOAOPESSOA, André Azevedo.

    ResponderExcluir

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.