0

Gol e Avianca vão liderar número de decolagens de Pampulha


A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concluiu ontem a alocação de horários para decolagens, os slots, do aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), para a temporada de verão 2018, que vai de 25 de março a 27 de outubro do ano que vem.

A Avianca terá o maior número de decolagens, seguida por Gol e Azul.

A participação de mercado para a temporada verão no aeroporto da Pampulha levando em conta o número de decolagens ficou definida pela Anac assim: 22% dos slots para Avianca, 20% para Gol, 20% para Azul, 17% para Passaredo, 12% para Latam e 9% para a Two Flex.

Levando em consideração a oferta que cada companhia poderá oferecer conforme a quantidade de assentos que as aeronaves de cada aérea tem em suas frotas, a Gol terá 26% da oferta da Pampulha, seguida por Avianca com 25%, Azul (20%), Latam (16%), Passaredo (12%) e Two Flex (1%).

A Anac disse que de acordo com a declaração de capacidade informada pelo operador aeroportuário, o aeroporto está apto para operar 300 passageiros embarcando e 360 passageiros desembarcando por hora.

Na distribuição dos slots, o máximo de chegadas e partidas, somadas, em uma hora é de 11 movimentos. "Isso só foi possível ao alternar voos com aeronaves maiores e menores no horário mais demandado, às 9h da manhã", informou a Anac.

A agência ressaltou que o aeroporto está em processo de certificação pela Anac. "A depender do resultado dessa certificação, os resultados de movimentação/hora podem ser alterados. A atual alocação é de 574 movimentos semanais", disse a Anac.

De acordo com os slots solicitados pelas companhias aéreas nessa temporada, as rotas mais demandadas - na ordem de número de operações - foram: Brasília, Santos Dumont, Vitória, Congonhas e Goiânia. 

Com a definição dos slots no aeroporto, as empresas, agora, precisarão solicitar a aprovação do voo e, após isso, poderão começar a operar. As empresas poderão antecipar os voos alocados para a temporada de verão, iniciando as operações conforme o interesse comercial de cada uma. 

Na semana passada, a concessionária BH Airport entrou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra a reabertura do aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte, para voos de longa distância. 

A concessionária alega que a operação simultânea de Confins e Pampulha é comercialmente inviável. Pampulha é gerido pela estatal Infraero, que tem os 49% restantes da BH Airport.

Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.