0

Azul acelera remanejamento de frota e já estuda redução de jatos Embraer

Os Embraers antigos, além serem substituídos por A320neos, também verão os irmãos mais novos EMB-195 E2s tomarem seu lugar.

A Azul já estuda soluções para reduzir o número de aeronaves Embraer e substituí-las, de forma gradativa, pelos A320neos da fabricante Airbus.

A informação foi divulgada pelo CAPA, website especializado em aviação, e mostra que a ideia da companhia é reduzir o número de aeronaves regionais mais antigas, que têm um custo considerado desproporcional dentro de seus respectivos contratos de leasing. De acordo com o CEO John Rodgerson, durante conversa com investidores, a Azul tem uma das melhores posições de caixa da América Latina.

Os Embraers antigos, além serem substituídos por A320neos, também verão os irmãos mais novos EMB-195 E2s tomarem seu lugar, uma vez que a Azul também tem 30 aeronaves do modelo brasileiro encomendadas. Até 2020, a ideia da companhia é aposentar todos os Embraers de primeira geração, a fim de utilizar melhor seu pool limitado de pilotos e manter ou até mesmo reduzir o custo unitário geral. Atualmente, a Azul opera uma frota de 10 EMB-190 com uma média de idade de 8,7 anos. Os jatos são arrendados da Falko Regional, Nordic Aviation e Macquarie.

A Azul tem até o momento exatos 35 A320neos diretamente encomendados junto à Airbus e mais 28 acertados por contrato de leasing. A CAPA informa ainda que é incerto se Azul pretende incrementar a encomenda, na esperança de assegurar leasing de aeronaves com taxas melhores, ou simplesmente acelerar as entregas de aeronaves que já estão encomendadas.

Fonte: Mercado e Eventos

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.