0

Viagem de avião: Tudo o que você precisa saber para embarcar com seu filho

As regras de bagagens e embarque para menor de 18 anos são diferente dos adultos (Foto: ThinkStock).

Se você está de malas prontas para viajar de avião com seu filho, fique atento à algumas regras básicas que as companhias aéreas e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) exigem.

É importante estar ciente para você e sua família não passarem sufoco ou, até mesmo, não terem prejuízos financeiros. Veja abaixo as informações, tanto para voos nacionais quanto para os internacionais.

Assentos

Os bebês de 0 a 2 anos viajam no colo do responsável, mas existe, sim, a possibilidade de comprar um lugar para o pequeno e colocá-lo na cadeirinha de transporte (aquelas usadas em carros). Você pode levar a sua ou solicitar com as empresas aéreas, que geralmente disponibilizam, mas a quantidade é limitada.

Por regras de segurança em todas as companhias aéreas, pais com crianças de colo, crianças e adolescentes não devem ocupar os assentos em saída de emergência. Não são reconhecidos como as pessoas mais preparadas fisicamente para ajudar em uma evacuação, caso necessário.

Bagagens

As regras de bagagens nas companhias aéreas brasileiras mudaram recentemente e nem todas as tarifas disponíveis dão o direito a despacho de malas para crianças e adultos. Por isso, fique atento para saber se aquela promoção que você encontrou atende o volume de itens que precisa carregar. Pagar por um mala a mais na hora do check-in pode custar mais caro. Veja as regras básicas de cada uma das principais empresas que operam no Brasil – Essas informações são para crianças de 0 a 2 anos. 

GOL: Está incluso despachar 1 carrinho, 1 bebê conforto ou 1 cadeirinha de transporte. Em voos nacionais a criança não tem direito a bagagem. Os itens avulsos são descontados dos pais ou do acompanhante. Já em voos internacionais, a criança pode embarcar com uma mala de até 10kg.

LATAM: Não tem direito a despachar nenhuma bagagem, com exceção do carrinho. 

AVIANCA: Para destinos fora e dentro do Brasil podem levar uma bagagem de até 10kg. As crianças acima de 2 anos estão liberadas para despachar até 23kg em voos nacionais e América Latina e duas malas nas viagens internacionais.

AZUL: Qualquer modelo de carrinho pode ser despachado sem cobrança de taxa. Mas se caso quiser despachar também uma cadeirinha ou bebê conforto será descontado da quantidade de bagagens que os pais/acompanhante têm direito. As crianças acima de dois anos podem carregar 1 mala de mão de até 10kg e despachar um item de até 23kg para voos nacionais e América do Sul e duas malas para os internacionais.

ATENÇÃO: Por segurança, é importante seguir as regras de peso de bagagens e informar a empresa aérea das especificações do que você realmente está carregando. “O avião tem um centro de gravidade que varia conforme o peso da aeronave, medido de acordo com o número de passageiros, bagagens e combustível. A violação dessas regras pode afetar na segurança do voo. Como qualquer máquina, o avião tem limites previstos de fábrica”, explica Cmte. Igor Bueno, Diretor da RIO Linhas Aéreas.

Documentação

A Agência Nacional de Aviação Civil exige a apresentação de documentos originais ou cópias autenticadas (para voos dentro do Brasil). Veja quais são necessários para o embarque de crianças menores de 18 anos:

Nacional: Quando acompanhado dos pais em voos nacionais e para países do Mercosul, como Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Venezuela e Bolívia, deve-se apresentar a Carteira de Identidade (RG) com a data de emissão de no máximo 10 anos. Se a criança for viajar desacompanhada dos pais, é imprescindível que os responsáveis apresentem documentos comprovando parentesco ou autorização dos pais em duas vias autenticadas, informando o período da viagem.

Internacional: É obrigatório o passaporte. Em caso de viagem com apenas um dos pais ou com parentes, é exigida uma autorização assinada e autenticada em cartório dos pais faltantes, em duas vias. Não esqueça que os documentos são válidos pelo período determinado na autorização.

Embarque

Na hora de entrar no avião, grávidas e crianças de colos têm o direito de embarcar primeiro.

Fonte: Revista Crescer

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.