0

Embraer: acordo com Boeing talvez já tivesse saído se governo não fosse parte das negociações

Avião modelo E190-E2, primeiro membro da família de E-Jets E2 de aviação comercial, recebe notificações - Foto: Roberta Scrivano / O Globo.

Um acordo entre a Embraer e a Boeing "talvez" já tivesse saído se o governo federal não fosse parte das negociações.

A avaliação foi feita nesta quarta-feira pelo presidente-executivo da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva, ao responder ao GLOBO sobre a demora nos trâmites, que começaram em dezembro.

— Para o mercado é muito importante ter uma definição rápida — disse ele, após participar de evento do recebimento das certificações do E190-E2, primeiro membro da família de E-Jets E2 de aviação comercial.

Ele ressaltou diversas vezes que o "mais importante é que há foco no governo" para que haja uma definição do melhor modelo de negócio, minimizando a possibilidade de a troca de comando do Ministério da Defesa - saiu Raul Jungmann e entrou general Joaquim Silva e Luna - atrasar ainda mais a negociação.

— Ainda não conversamos. Ele ainda não tomou posse, só foi nomeado. Estou com a agenda aberta - disse aos jornalistas, destacando a importância do encontro ocorrer "rapidamente".

Entusiasta claro da negociação, Souza e Silva disse que o futuro da Embraer é crescer ponderando que, com a Boeing, se coloca em outro patamar, de "maior companhia aeroespacial do mundo".

O executivo afirmou ainda que espera uma resolução para o tema ainda no primeiro semestre do ano.

- Não temos uma data específica para concluir, mas é necessário que uma resolução seja atingida rapidamente porque não podemos ficar mais muito tempo nisso - reforçou.

CERTIFICAÇÃO

A Embraer recebeu nesta quarta-feira certificações da Agencia Nacional de Aviação Civil (Anac), da Federal Aviation Administration (Faa) e da Agência Europeia para o E190-E2, o primeiro modelo da família E-Jets E2 de aviação comercial. Num evento rápido, realizado num dos galpões de sua fábrica em São José dos Campos, a empresa comemorou o ineditismo de um programa aeronáutico com esse nível de complexidade receber três desses certificados simultaneamente.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.