1

Passaredo anuncia demissão de 80 funcionários em Ribeirão Preto, diz Saesp

Passaredo anuncia devolução de seis das 14 aeronaves da frota (Foto: Claudio Oliveira/EPTV).

A Passaredo Linhas Aéreas anunciou a demissão de 80 funcionários em Ribeirão Preto (SP), confirmou nesta sexta-feira (2) o Sindicato dos Aeroviários do Estado de São Paulo (Saesp).

De acordo com a entidade, a empresa disse enfrentar problemas financeiros causados pela concorrência, que passou a operar voos nos mesmos horários e rotas.

"[Os passageiros] voavam com a Passaredo, porque somente essas rotas eram operadas por elas. Como surgiu a questão da concorrência nessas rotas, então os consumidores estão fazendo com as demais empresas", afirma Jonatas Oliveira, advogado do Saesp.

Em nota, a empresa informou que a medida é "ajuste natural" do quadro de empregados. "Os desligamentos ocorrem com assistência do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Transportes Aéreos e os colaboradores tem todos os seus direitos trabalhistas preservados", comunicou.

Em junho de 2016, a empresa demitiu outros 200 empregados e fechou trechos devido ao cenário macroeconômico. No ano passado, ela concluiu um processo de recuperação judicial iniciado em 2012 e cancelou sua venda para o Grupo Itapemirim.

Com sede em Ribeirão e aproximadamente 700 funcionários, a Passaredo atende nove Estados, com voos entre 14 cidades, entre elas Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Vitória da Conquista (BA).

Passaredo Linhas Aéreas, em Ribeirão Preto (SP) (Foto: Reprodução/EPTV/Arquivo).

Demissões

Segundo Oliveira, os funcionários da Passaredo ainda não foram oficialmente dispensados e os termos da demissão também não foram definidos, apesar de uma tentativa de acordo por parte da empresa.

Os empregados devem se reunir em uma assembleia na próxima sexta-feira (9) para definir os termos da demissão. A maioria, de acordo com o advogado, é da área operacional que atua em Ribeirão Preto.

"Pelo que a empresa disse não foram consumadas [as demissões]. Pediu para consultar o sindicato antes de fazer essas demissões."

Fonte: G1

Um comentário:

  1. Matéria gentilmente enviada pelo leitor do AEROJOAOPESSOA, Marcel Freire.

    ResponderExcluir

Agradecemos sua participação!

Aerojoaopessoa. Copyright © 2012 - 2016. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.